Convento dos Remédios

Ações disponíveis

Acções disponíveis ao leitor

Partilhar

 

Convento dos Remédios

Detalhes do registo

Nível de descrição

Fundo   Fundo

Código de referência

PT/AMAP/ECL/CRBRG

Tipo de título

Atribuído

Datas de produção

1756-02-22  a  1783-05-10 

Dimensão e suporte

1 mç.

Entidade detentora

Arquivo Municipal Alfredo Pimenta

Localidade

Braga

Estatuto legal

Organismo privado.

História custodial e arquivística

O Convento dos Remédios foi fundado em 1544-1549, pelo Bispo D. André de Torquemada, auxiliar de D. Diogo de Sousa, que confirmou em 1547 a dita fundação, foi este o 1º convento a existir na cidade de Braga. Destinado a religiosas da Ordem Terceira Franciscana com clausura, regidas pelos estatutos das freiras da Anunciada de Salamanca, ficaram sujeitas ao Prelado bracarense e, por morte deste, sujeitas à Sé Apostólica, sob pena de perderem os bens. Em 1890 contavam apenas com duas religiosas e em 1897 ainda funcionava, mas desde 1896 foi ocupado por creches dirigidas, até 1907, pelas Franciscanas Missionárias de Maria. A igreja conventual seria encerrada em 1911 e logo de seguida, derrubada, como já antes havia sucedido ao convento. No seu lugar, figuram, o Teatro Circo e outros edifícios.

O arquivo do Convento dos Remédios terá sido incorporado no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, aquando da sua criação, de acordo com o disposto no capítulo XXIV do decreto nº 19.952 de 27 de Junho, republicado em 30 e Julho do mesmo ano.

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Não se prevê a entrada de novas unidades de instalação.

Âmbito e conteúdo

O arquivo do convento é composto unicamente por um processo referente ao casal do Outeiro da freguesia de São Lourenço de Calvos

Tradição documental

Tipo técnica de registo

Condições de acesso

A comunicabilidade dos documentos está sujeita ao regime geral dos arquivos e do património arquivístico (Decreto-Lei nº 16/93, de 23 de Janeiro)

Condições de reprodução

A reprodução deverá ser solicitada por escrito, através de requerimento dirigido ao responsável da instituição. O seu deferimento encontra-se sujeito a algumas restrições tendo em conta o seu estado de conservação ou o fim a que se destina a reprodução.

Idioma e escrita

Escrita

Instrumentos de pesquisa

ARQUIVO MUNICIPAL ALFREDO PIMENTA [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha].GUIMARÃES:AMAP, 2015. Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência do Arquivo Municipal Alfredo Pimenta. Em atualização permanente.Publicado no BTH Série II Vol VII de 2006.

Unidades de descrição relacionadas

Arquivo Distrital de Braga

Notas de publicação

ARAÚJO, António de Sousa – Inventário do fundo monástico-conventual - Braga. Arquivo Distrital, Universidade do Minho, 1985.169 p.