Sócia de honra do Círculo de Estudos Alfredo Pimenta

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Sócia de honra do Círculo de Estudos Alfredo Pimenta

Detalhes do registo

Nível de descrição

Subsubsecção   Subsubsecção

Código de referência

PT/AMAP/FAM/AALP/02-02-01

Tipo de título

Atribuído

Título

Sócia de honra do Círculo de Estudos Alfredo Pimenta

Datas de produção

1962  a  1964-11-14 

Dimensão e suporte

17 doc.; papel

Produtor

Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Maria Gracinda. 1909-1991 AAP/MGP Produtor 1909/1901

História administrativa/biográfica/familiar

Círculo de Estudos de Alfredo Pimenta foi uma associação cultural particular, de fins não lucrativos, criado em 22 de março de 1962, que tinha como principal finalidade promover e difundir o estudo dos grandes temas e problemas culturais e políticos portugueses, nomeadamente, a obra de Alfredo Pimenta, através de conferências, sessões de estudo, publicações, exposições etc.

Funções, ocupações e atividades

Sócia de honra do Círculo de Estudos Alfredo Pimenta

Estrutura interna/genealogia

"ESTATUTOS DO CÍRCULO ALFREDO PIMENTA Art. 1 - É criada, nos termos da lei e dos presentes estatutos, uma associação cultural particular, de fins não lucrativos, denominada CÍRCULO DE ESTUDOS ALFREDO PIMENTA, com sede em Lisboa, provisoriamente na Rua Dom João V, número catorze, primeiro andar, lado direito. Art. 2 - O CÍRCULO DE ESTUDOS ALFREDO PIMENTA, tem como principal finalidade promover e difundir o estudo dos grandes temas e problemas culturais e políticos portugueses e, nomeadamente, a obra do grande Mestre de Portugalidade sob cuja égide é criado. Art.3 - Na prossecução das suas finalidades, compete ao CÍRCULO:1. Promover conferências, sessões de estudo, publicações, exposições etc., destinadas à realização dos seus objetivos, e prosseguir, através de outros meios julgados idóneos, os fins para que se constitui; 2. Criar delegações e nomear correspondentes em território português e no estrangeiro; 3. Promover o convívio cultural e social entre os seus associados. Art.4. - O CÍRCULO será construído por sócios de honra, sócios fundadores, sócios beneméritos e sócios comuns; a categoria de sócio adquire-se por inscrição, aprovada pela Direcção do CÍRCULO. 1. São sócios de honra os membros da Família de Alfredo Pimenta e as personalidades a quem a Direcção, por deliberação devidamente justificada, atribuir tal qualidade; São sócios fundadores os primeiros cem associados inscritos com a quota de cem mensais, que será cobrada durante um ano, findo o qual poderá o seu montante reduzido, por deliberação da Direcção, se a situação financeira do CÍRCULO o permitir; São sócios beneméritos os restantes associados que subscreverem uma quotização superior à fixada para sócios comuns; São sócios comuns os associados que se inscreverem com a quota mensal de cinquenta escudos. 2. Os estudantes que se inscreverem como sócios comuns poderão, em circunstâncias justificadas, contribuir apenas com a quota mensal especial de vinte escudos. Art 5. - O CÍRCULO terá uma Direcção de cinco membros, eleita de entre os sócios fundadores, pela assembleia geral, de três em três anos. ÚNICO - A Direcção escolherá de entre os seus membros o presidente e o vice-presidente. Art.6.- Compete à Direcção: 1. Promover a organização, o funcionamento q a expansão do CÍRCULO, na estrita e ativa prossecução dos seus objetivos; 2. Administrar, com os mais amplos poderes, o património do CÍRCULO e prestar contas anuais à assembleia geral; 3. Representar o CÍRCULO para os fins necessários; 4. Elaborar e fazer cumprir um regulamento interno do CÍRCULO; 5. Admitir e demitir os sócios; 6. Criar as delegações e nomear os correspondentes; 7. Constituir comissões de sócios para mais eficiente funcionamento do CÍRCULO; 8. Convocar anualmente a assembleia geral dos sócios: 9.Contratar o pessoal necessário à atividade da instituição; 10. Elaborar um relatório anual sobre a vida do CÍRCULO e submete-lo à aprovação da assembleia geral. Art.7 - A assembleia geral do CÍRCULO será constituída por todos os sócios, reunirá ordinariamente uma vez por ano, por convocação da Direcção, com oito dias de antecedência, durante o mês de março, e terá um presidente e dois secretários, eleitos trienalmente. Art.8 - Qualquer alteração estatutária, bem como a extinção do CÍRCULO, só poderá ser aprovada em assembleia geral extraordinária, convocada com quinze dias de antecedência para o efeito e obtendo, pelo menos, dois terços dos votos presentes, desde que entre eles se conte a maioria dos sócios fundadores que nela participem. Art. 9. - O CÍRCULO adota como distintivo o ex-libris de Alfredo Pimenta, que contém os dizeres “omni rationiparem rationem dari oppositum”. Art 10 - A constituição da Direcção do CÍRCULO, eleita nos termos do artigo quarto, bem como a da mesa da assembleia geral, depende sempre de homologação do Ministério da Educação Nacional, conforme as determinações legais. Art.11.- As responsabilidades diretivas do CÍRCULO, até à próxima assembleia geral, a realizar, anos termos do artigo sétimo, durante o mês de Maio de 1962, competem à Comissão Organizadora que requereu a aprovação dos presentes estatutos. Lisboa, 22 de Março de 1962. "In: Lima Alberto Araújo - “uma viad, uma Voz: Alfredo Pimenta modo de usar. [Lisboa]: Contra - corrente. 2020

Relações com registos de autoridade

Relações com registos de autoridade
Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Maria Gracinda. 1909-1991 AAP/MGP Produtor 1909/1901