Macedo, Luís Cardoso Martins da Costa. 1836-1919, 1º conde de Margaride

Available actions

Reader available actions

Available services

 

Macedo, Luís Cardoso Martins da Costa. 1836-1919, 1º conde de Margaride

Description details

Record type

Authority record   Authority record

Entity type

Reference code

PT/AMAP/AAP/LCMC

Existance dates

1836-01-08  to  1919-07-30 

Biography or history

Luís Cardoso Martins da Costa Macedo, 1º visconde (1872) e 1º conde de Margaride (1877), filho de Henrique Cardoso de Macedo e Ludovina Araújo Martins da Costa, nasceu em, 8 de janeiro de 1836, na Casa da Veiga, e faleceu em, 30 de julho de 1919, na Casa do Carmo, em Guimarães. Casou, em 1866, com D. Ana Júlia Rebelo Cardoso de Meneses, Senhora da Capela de Arroios, em Vila Real. Deste casamento nasceram seis filhos: Luísa, Henrique, José, João, Luís e Alberto. De espírito conservador, militou no Partido Regenerador e foi uma figura próxima de Fontes Pereira. Recebeu, na sua Casa do Carmo, com a maior dignidade, os reis D. Luís, D. Carlos e D. Manuel II. Licenciado em Filosofia pela Universidade de Coimbra, foi, acima de tudo, um homem político, devotado à sua terra e ao país, com uma atividade pública intensíssima: Foi Membro do Conselho de Sua Majestade, Par do Reino, Governador Civil do Distrito de Braga (1871-77) e do Porto (1878-79), Presidente da Câmara Municipal de Guimarães (1870; 1878; 1887-1892) e Procurador de Guimarães na Junta Geral do Distrito de Braga (1883-1885), para além de dirigente de várias associações e coletividades, nomeadamente Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães (1880-81) e da Real Irmandade de Nossa Senhora da Consolação e Santos Passos (1888-89). A ele se deve a reorganização da Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira, bem como a modernização da cidade de Guimarães. Foi um dos visados no conflito Braga-Guimarães, o qual acabou por dar origem à autonomia administrativa do concelho de Guimarães.