Real Congregação de Nossa Senhora da Conceição - Oliveira do Douro

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Real Congregação de Nossa Senhora da Conceição - Oliveira do Douro

Detalhes do registo

Informação não tratada arquivisticamente.

Nível de descrição

Fundo   Fundo

Código de referência

PT/AMAP/ECL/RCNSCOD

Tipo de título

Atribuído

Título

Real Congregação de Nossa Senhora da Conceição - Oliveira do Douro

Datas de produção

1805  a  1805 

Dimensão e suporte

1liv. (300f., 260 x 180 mm); papel

Extensões

1 Livro

Entidade detentora

Arquivo Municipal Alfredo Pimenta

História administrativa/biográfica/familiar

A Congregação de Nossa Senhora da Conceição foi instituída por D. António Leite de Albuquerque em 16795, na quinta rural da família, na freguesia de Santa Eulália de Oliveira em Vila Nova de Gaia. A comunidade, sob Regra da Ordem Terceira de São Francisco, dotada dos bens do fundador e sob proteção régia propõe uma vida religiosa afastada do mundo. Dedicada à oração e exercícios espirituais, vocacionada para o acolhimento de sacerdotes doentes ou desvalidos do bispado do Porto, constitui-se como obra ao serviço de Deus e salvação da alma do seu fundador.http://ler.letras.up.pt

Localidade

Oliveira do Douro

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Não se prevê nenhuma aquisição ou transferência

Âmbito e conteúdo

O Arquivo da Real Congregação de Nossa Senhora da Conceição de Oliveira do Douro é composto por um livro de memórias, oferecido ao Arquivo Municipal Alfredo Pimenta por A. L. de Carvalho em Agosto de 1942.

Tradição documental

Tipo técnica de registo

Sistema de organização

Organizado por tipologia formal dos actos.

Condições de acesso

A comunicabilidade dos documentos está sujeita ao regime geral dos arquivos e do património arquivístico (Decreto-Lei nº 16/93, de 23 de Janeiro)

Condições de reprodução

A reprodução deverá ser solicitada por escrito, através de requerimento dirigido ao responsável da instituição. O seu deferimento encontra-se sujeito a algumas restrições tendo em conta o seu estado de conservação ou o fim a que se destina a reprodução.

Idioma e escrita

Escrita

Instrumentos de pesquisa

ARQUIVO MUNICIPAL ALFREDO PIMENTA [Base de dados de descrição arquivística]. [Em linha].GUIMARÃES:AMAP, 2015. Disponível no Sítio Web e na Sala de Referência do Arquivo Municipal Alfredo Pimenta. Em atualização permanente.Publicado no BTH Série II Vol VII de 2006.

Data de publicação

07/07/2021 21:06:55