Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Detalhes do registo

Nível de descrição

Documento simples   Documento simples

Código de referência

PT/AMAP/FAM/AALP/01-02-02/002-017/10-29-6-7-24

Tipo de título

Atribuído

Título

Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Datas de produção

1941-11-02  a  1941-11-02 

Dimensão e suporte

5 f. (30 x 21 cm); papel

Extensões

1 Capilha

Autor intelectual

Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Alfredo Augusto Lopes. 1882-1950, historiador, escritor e poeta AAP/AP Autor

Âmbito e conteúdo

Esclarecimentos sobre a conferência proferida na Universidade do Porto, intitulada "Palavras à Juventude".

Tradição documental

Tipo técnica de registo

Assinaturas

Alfredo Pimenta

Condições de acesso

Comunicável

Condições de reprodução

A reprodução deverá ser solicitada por escrito através de requerimento dirigido ao responsável da instituição.

Aspeto físico

Cota atual

10-29-6-7-24

Idioma e escrita

Escrita

Unidades de descrição relacionadas

PT/AMAP/AALP/133-017/10-29-6-7-25

Transcrição

1941 rb. 2-11 às 11h n.º 372 Casa da Madre de Deus — Guimarães Sábado de Todos os Santos Ex.mo Snr Presidente do Conselho: - não sei se V.ª Ex.ª tem reparado em certa discussão levantada e travada entre mim e alguns jovens que se dizem inquietos ou procuradores de inquietos. Como consequência dessa discussão, a juventude universitária do Porto convidou-me a fazer uma conferência na sala que tem o nome de V.ª Ex.ª. Acedi, e ontem proferi essa conferência que se intitulava "Palavras à Juventude". Parece que havia quem pretendesse que eu fosse discorrer, diante das mil e tantas pessoas que correram a ouvir-me, sobre as congeminações do snr. António Cabreira que acaba de descobrir a quadratura do circulo. Assim, no final, o Governador Civil e meu velho amigo António Augusto Pires de Lima usou da palavra para fazer algumas observações sobre certos pontos de vista meus - absolutamente descabidas — porque nem eu, proclamando o desejo de que a Rússia seja vencida, atento contra a neutralidade que V.ª Ex.ª estabeleceu — para a guerra anglo-alemã, nem eu, interpretando como V.ª Exª em demasia sabe, o seu pensamento ou a sua ideologia, pretendo falar em seu nome. É possível que algumas informações da noite de ontem cheguem até V.ª Ex.ª. Peço-lhe a fineza de não fazer juízo, antes de receber a minha conferência que foi lida, e portanto será publicada na íntegra. Quero dizer a V.ª Ex.ª: a mocidade saudou estrepitosamente o seu nome, sempre que a ele aludi — nos termos em que costumo fazê-lo: com justiça e admiração. De V.ª Ex.ª m.to att.º ven e gratoA.P.

Relações com registos de autoridade

Relações com registos de autoridade
Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Alfredo Augusto Lopes. 1882-1950, historiador, escritor e poeta AAP/AP Autor