Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Detalhes do registo

Nível de descrição

Documento simples   Documento simples

Código de referência

PT/AMAP/FAM/AALP/01-02-02/002-017/10-29-19-6-51

Tipo de título

Atribuído

Título

Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Datas de produção

1947-01-28  a  1947-01-28 

Dimensão e suporte

3 f. (30 x 21 cm); papel

Extensões

1 Capilha

Autor intelectual

Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Alfredo Augusto Lopes. 1882-1950, historiador, escritor e poeta AAP/AP Autor

Âmbito e conteúdo

A vitória de Portugal diante da Espanha em futebol; boato de uma crise ministerial; a devolução da carta dos rapazes de Coimbra.

Tradição documental

Tipo técnica de registo

Assinaturas

Alfredo Pimenta

Condições de acesso

Comunicável

Condições de reprodução

A reprodução deverá ser solicitada por escrito através de requerimento dirigido ao responsável da instituição.

Aspeto físico

Cota depósito

PT/AMAP/010/029/019/006/051

Cota atual

10-29-19-6-51

Idioma e escrita

Escrita

Notas de publicação

Referência bibliográficaPublicada in: SALAZAR E ALFREDO PIMENTA: Correspondência, 1931-1950 / Prof. Manuel Braga da Cruz .[Lisboa]: Verbo, 2008, pp. 280-81.

Transcrição

1947 29-1 rb 4º feir 29-1 resp 29-1 n. B- 162 Ex.mo Snr Presidente do Conselho: - no meio do delírio de entusiasmo em que esta pobre terra anda por causa de onze matulões portugueses terem vencido onze de Espanha, em desafio de pontapé na bola, nesta hora em que tudo, Honra, Nobreza, Caridade e JustiçaDelicadeza e Piedade, Espírito e Beleza anda aos pontapés, e calçado aos pés, e esmigalhado aos pés, porque são os pés que triunfam e comandam; por outro lado, no meio da boataria que ferve relativa a uma crise ministerial suposta ou verdadeira, não sei se tenho o direito de vir perturbar V.ª Ex.ª para esta coisa comezinha e ridícula: pedir-lhe o favor de mandar que me seja restituída a carta dos rapazes de Coimbra que levei à presença de V.ª Exª. há dias.Quando a enviei, ignorava por completo que outrem fora encarregado de missão idêntica - o snr. Fezas Vital. Fiquei aborrecido e disse-o imediatamente aos rapazes. Fiquei aborrecido por temer que alguém, que podia ser V.ª Ex.ª, se lembrasse de pensar que eu pretendia antepor-me a quem, por suas funções e deveres, muito melhor do que eu desempenharia do encargo; e ainda por me repugnar poder dar origem, pai falsa ilação, a que se imaginasse que me tenho por de qualquer de valimento junto de Vª. Ex.ª, onde outros tivessem falhado. Bem quisera transmitir a V.ª Ex.ª um certo número de considerações sobre coisas que se passam neste País. Mas sinto-me tão desanimado, tão mal disposto, tão enfadado com tudo, que prefiro calar-me, limitando-me a afirmar-me mais uma vez com toda a consideração m.to inútil att.º v.orA.P.

Relações com registos de autoridade

Relações com registos de autoridade
Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Alfredo Augusto Lopes. 1882-1950, historiador, escritor e poeta AAP/AP Autor