Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Detalhes do registo

Nível de descrição

Documento simples   Documento simples

Código de referência

PT/AMAP/FAM/AALP/01-02-02/002-017/10-29-19-5-108

Tipo de título

Atribuído

Título

Carta de Alfredo Pimenta para Oliveira Salazar

Datas de produção

1950-01-29  a  1950-01-29 

Dimensão e suporte

4 f. (30 x 21 cm); papel

Extensões

1 Capilha

Autor intelectual

Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Alfredo Augusto Lopes. 1882-1950, historiador, escritor e poeta AAP/AP Autor

Âmbito e conteúdo

O retrato de Alfredo Pimenta feito por Preto Pacheco.

Tradição documental

Tipo técnica de registo

Assinaturas

Alfredo Pimenta

Condições de acesso

Comunicável

Condições de reprodução

A reprodução deverá ser solicitada por escrito através de requerimento dirigido ao responsável da instituição.

Aspeto físico

Cota atual

10-29-19-5-108

Idioma e escrita

Escrita

Notas de publicação

Referência bibliográficaPublicada in: SALAZAR E ALFREDO PIMENTA: Correspondência, 1931-1950 / Prof. Manuel Braga da Cruz .[Lisboa]: Verbo, 2008, p. 401.

Transcrição

1950 29-1; rb 2B - 436 Torre do Tombo DirectorDomingo Ex.mo Snr. Presidente do Conselho: - agradeço muito reconhecido a rápida informação que eu solicitara a V.ª Ex.ª - verdadeiramente inquieto. Graças a Deus, o caso não tem importância. Mas eu estava tão afeito à letra de V.ª Ex.ª que fiquei profundamente sobressaltado quando vi o novo aspecto. Nunca soube escrever com as tais canetas de tinta... permanente, que considero implicativas, antipáticas e mofinas. Dou-me muito bem com este cálamo pré-histórico — de madeira e aparo de aço que mergulho no tinteiro de latão amarelo — fradesco e é o encanto dos meus olhos. Sempre V.ª Ex.ª a desejar-me saúde e força. E uma e outra fazem-me negaças, como o sol nos meus dias de inverno. Um dos maiores pintores da geração nova, se é que não é o melhor, superior aos Maltas e aos Medinas, quis fazer o meu retrato outro dia. Prestei-me a isso e ele compôs um retrato magnifico que tem sido chamariz de toda a gente que tem ido à exposição nas Belas Artes. Há dias, dois apreciadores analisaram a tela. Ouviram-se estes juízos: - «tem vida!» dizia um; o outro respondeu. «sim; mas parece um leão cansado». Exacto. Leão cansado, que, por momentos, sacode a juba, ergue a voz. quando os ónagros tentam escouceá-lo — mas é leão cansado. Cansado de tudo: de lutar, de sofrer e de viver. Deus queira que V.ª Ex.ª nunca sinta este estado de espírito que é pior que tudo. Com a mais subida consideração e sincera estima, m.to gratoA.P.

Relações com registos de autoridade

Relações com registos de autoridade
Registo Código Tipo de relação Datas da relação
Registo de autoridadePimenta, Alfredo Augusto Lopes. 1882-1950, historiador, escritor e poeta AAP/AP Autor