Plano de classificação

Comisão dada por Estevão Pires, deão de Braga, e pelo cabido a Rodrigo Álvares, arcediago de Neuba

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Representação digital

Comisão dada por Estevão Pires, deão de Braga, e pelo cabido a Rodrigo Álvares, arcediago de Neuba

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Comisão dada por Estevão Pires, deão de Braga, e pelo cabido a Rodrigo Álvares, arcediago de Neuba

Detalhes do registo

Nível de descrição

Documento composto   Documento composto

Código de referência

PT/AMAP/ECL/CSMOGMR/001/8-2-4-25

Tipo de título

Atribuído

Título

Comisão dada por Estevão Pires, deão de Braga, e pelo cabido a Rodrigo Álvares, arcediago de Neuba

Datas de produção

1373-03-16  a  1373-03-16 

Dimensão e suporte

1 doc. (300x270 mm)

Âmbito e conteúdo

"Comissão dada por Estevão Pires, deão de Braga, e pelo cabido, sede vacante, a 16 de março da era de 1411, a Rodrigo Alvares, arcediago de Neuba, para conferir a instituição canónica da igreja de S. Tomé de Caldelas a Gonçalo Domingues, vigário de S. Tiago de (Alhariz?), apresentado pelo chantre de Guimarães, Vicente Domingues, como procurador do prior D. Martim Aires. Foi passado o instrumento a requerimento de Fernão Domingues, abade de Lagea, procurador do apresentado, pelo tabelião de Braga, Martim Martins. Em seguida: carta da instituição canónica da dita igreja de Caldelas, vaga por morte de João Anes, conferida pelo dito arcediago no mesmo dia supra. Conserva pendente o cordão vermelho o selo da curia bracharense em parte, lendo-se na orla: S. BRACHARENSIS ECLESIE."

Tradição documental

Tipo técnica de registo

Aspeto físico

Cota atual

8-2-4-25

Cota antiga

Nº 149

Idioma e escrita

Escrita