Cartão de Veva de Lima para Alfredo Pimenta

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Representação digital

Cartão de Veva de Lima para Alfredo Pimenta

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Cartão de Veva de Lima para Alfredo Pimenta

Detalhes do registo

Nível de descrição

Documento composto   Documento composto

Código de referência

PT/AMAP/FAM/AALP/01-02-02/001-2897/10-29-19-2-95

Tipo de título

Atribuído

Título

Cartão de Veva de Lima para Alfredo Pimenta

Datas de produção

1923-04  a  1923-04 

Dimensão e suporte

1 f. (18 x 10 cm); papel

Extensões

1 Capilha

Âmbito e conteúdo

Tece considerações ao comentário de Alfredo Pimenta.Sugere um almoço em dia de semana para conversarem. Alude à questão do Aquilino Ribeiro.

Tradição documental

Tipo técnica de registo

Condições de acesso

Comunicável

Condições de reprodução

A reprodução deverá ser solicitada por escrito através de requerimento dirigido ao responsável da instituição

Aspeto físico

Cota atual

10-29-19-2-95

Idioma e escrita

Escrita

Unidades de descrição relacionadas

PT/AMAP/FAM/AALP/01-02-07/0001

Transcrição

Domingo 14 (sem mais indicação de data, mas julgo aludir à agressão de que A P foi vítima por parte de Aquilino Ribeiro no Chiado em Abril de 1923)Cá recebi a suave piada-Mas não tem razão.Castigo de quê? Vingança porquê?...Não tenho eu tido sempre consigo uma sollicitude quasi comprometedora?-Não, não fui saber de si porque esses acrobatismos de calçada devem ser o resgate dos paladinos das lettras como você, moéda corrente para um jornalista ou um crítico integro e desassombrado. Seria pois suppol-o em situação de victima e de penitenciado perguntar-lhe se ainda se sentia molestado com, o seu “bobo”.*E tambem seria pueril felicital-o pela façanha!...Paréce-me...Mas o certo é que você deitou-me em notas aveludadas o som da sua piáda que eu embrulho n’uma pétala d’orchydia e lhe devolvo pulvilhada d’assucar e de pó d’arroz...-Desejava muito tornar a vel-o aqui para ouvil-o dizer-me muitas coisas harmoniósas nas idéas e melodicas nos sons. Mas eu só ás 6ª feiras é que me dedico aos meus visitantes e você é avesso a elles – Digame se as suas muitas occupações consentem-lhe em vir almoçar commigo qualquer dia da semana e lhe permitem passar uma hora a seguir aos meus frugaes manjares no cavaco ameno e bem humorado d’uma digestão léve de bons temperos?Se não tem tempo para intercallar na lista dos seus afazeres, esses instantes de sesta intelectual procurarei achar-lhe um dia selecto pª o receber com mais um ou dosi iniciados com que estou em divida d’egual promessa.E para acabar, bato-lhe na cara com a pluma de pavão para que não fique amuádo e me não queira mal.Mil saudades Veva de Lima M UlrichTranscrição por Teresa Pimenta